Conquista e Sedução

Keys to the vIP Legendado completo todas as temporadas

Últimos tópicos:
Tópico:
Postado em:
Feito por:
Apresentação
Apresentação
Keys to the VIP - Legendado- Completo - Temporada 1,2 e 3
Apresentação
Apresentação
Apresentação
tarakudo em busca de uma vida sexual e romantica satisfátoria
A Arte Natural da Sedução Novo Livro do Gambler
ola a todos
Apresentação Deathman
Ter Maio 12, 2015 10:55 pm
Ter Maio 20, 2014 9:12 pm
Dom Nov 25, 2012 6:12 pm
Dom Nov 25, 2012 6:09 pm
Dom Nov 25, 2012 6:05 pm
Sex Nov 23, 2012 9:57 pm
Sex Nov 23, 2012 9:57 pm
Seg Ago 06, 2012 8:07 pm
Seg Ago 06, 2012 8:01 pm
Sex Ago 03, 2012 10:21 am
ulissesosousa
#Mystery#
leandrobossio
leandrobossio
leandrobossio
#Mystery#
#Mystery#
jose_manuel
jose_manuel
#Mystery#

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Paixonite tem cura?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Paixonite tem cura? em Sex Fev 17, 2012 8:01 pm

#Mystery#

avatar
#Todo Poderoso#
#Todo Poderoso#

Um dos mais poderosos sentimentos que homens e mulheres podem ter é a
paixão. Quando correspondida, ela transforma a forma como vemos o
mundo. A felicidade faz com que tudo fique mais colorido, mais positivo e
mais saboroso. Por outro lado, quando o sentimento não é recíproco
ocorre o oposto. A apatia e a tristeza afetam diretamente nosso
cotidiano. Entretanto, existem algumas maneiras de se lidar com esse
cenário negativo e de superar a paixão não correspondida. É exatamente
sobre isso que falo neste artigo.Primeiramente,
é importante dizer que, cientificamente falando, a paixão é um estado
emotivo ampliado daquilo que chamamos de amor. Logo, é uma patologia na
qual a pessoa perde grande parte da sua individualidade devido ao
aspecto fascinante que o objeto da paixão exerce sobre ele. Essa
fascinação não se dá apenas psicologicamente. Há também aspectos
bioquímicos. Segundo estudos, quando estamos apaixonados, nosso corpo
produz substâncias como a feniletilanamina, um tipo de anfetamina que
tem ação semelhante à de algumas drogas em nosso cérebro.

Sabendo disso, passemos agora à parte prática. O que fazer quando
temos uma paixão não correspondida? Existem três maneiras básicas
trabalhar isso.

A primeira delas é contar com o fator tempo. Como disse antes, nosso
corpo produz substâncias “viciantes” quando nos apaixonamos. A produção
delas, porém, diminui com o tempo. As mais recentes pesquisas dizem que,
em média, isso ocorre em dois anos. Depois, ou o sentimento evolui para
um profundo amor ou a pessoa se dá conta de que tudo era uma projeção
inexistente, o que resulta no fim da paixão. Esperar esse prazo de
validade, porém, é inevitavelmente doloroso.


Outra forma de lidar com o problema é procurar uma pessoa para
esquecer a paixão antiga. Entretanto, apesar de rápido isso é pouco
recomendável, pois você estará simplesmente transferindo a antiga
projeção que você fez em uma nova pessoa. Entra-se, então, em um círculo
vicioso e você não aprenderá a lidar com suas emoções de forma
inteligente.


A última maneira de curar a paixonite é a que considero a mais sábia e
eficaz. Você deve se ausentar da presença da pessoa por quem está
apaixonado. Não digo para eliminar qualquer vestígio que lembre ela, até
porque isso é quase impossível, mas sim treinar a mente e as emoções
para controlar a forma como você vive com o que está ao seu redor.


Para tanto, existem algumas técnicas que ajudam você a se tornar um
sujeito mais centrado e menos afetado por suas emoções. Uma delas é a
repetição de frases positivas para formar crenças próprias. Você pode,
por exemplo, repetir para si afirmações como “eu sou uma pessoa
atraente”, “eu tenho noção do meu próprio valor”, “eu domino minhas
emoções e impulsos”, etc. Esse tipo de atitude te programa a não
projetar com muita intensidade ideias em outras pessoas, o que evita uma
“paixão descontrolada”.

Você também pode buscar situações que proporcionem interação com
outras pessoas, como festas, conversas com amigos e esportes. Nesses
ambientes conseguimos alterar o foco de nossos pensamentos e nos
concentramos naquele momento divertido. Por consequência, em um curto
prazo, condicionamos nosso cérebro a desligar o interruptor da paixão.

Por fim. para os casos mais complicados, existem técnicas de hipnose
bastante úteis para se adquirir um maior controle sobre as emoções.

Agora que você tem um maior conhecimento sobre como funciona a paixão
e suas emoções, use o que aprendeu para controlar seus sentimentos e se
tornar uma pessoa mais confiante e determinada.

Ver perfil do usuário http://puabrasil.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum